quarta-feira, 17 de abril de 2013

A Coerência no que se diz tem uma vantagem!!! Ninguém desmente o que foi dito.

Desde o ano passado eu já afirmava que sem ajuda do Governo Federal muitos município no Brasil não teriam condições de pagar o Piso Salarial do Magistério. Pois bem! a queda de braço ainda é muito grande, principalmente nos municípios de pequeno porte. Quem sobrevive apenas do FPM não tem a menos condição de cumprir com a Lei 11.738/08. Os recursos são poucos, a cada ano cresce a despesa e a receita não acompanha esse crescimento. Ficam os Prefeitos de um lado dizendo que não tem dinheiro e os professores do outro exigindo que seus vencimentos sejam respeitados. Aqui nos Currais Novos a situação não é diferente! As verbas oscilam mês a mês. e isso causa uma certa insegurança, uma certa indefinição em relação aos encaminhamentos do Piso no nosso município. O máximo que poderá ocorrer ainda este ano, é a continuidade do Plano de Carreira que esta parado a mais de três anos, e um possível percentual de reajuste na casa dos 5% ou 10% lá para o mês de julho. Digo isso com base nos dados que tenho, financeiramente o Prefeito Vilton Cunha não terá muitas opções, mas, é tudo apenas suposições, quem sabe eu possa estar enganado, vamos aguardar, dia 26 de abril, pois nesta data terá uma nova reunião com os dirigentes do SINTE/RN e os representantes da administração local.