segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Sobre o reajuste do Piso Salarial do Magistério nos Currais Novos






Bem, tenho visto notícias de vários municípios que na abertura da sua jornada pedagógica anunciam reajuste salariais para seus educadores. Aqui nos Currais Novos ainda não temos nada de concreto, apenas a promessa de que está se fazendo algo para ver se tem condições de conceder algum tipo de reajuste. Estive hoje pela manhã com o coordenador geral do SINTE/RN Professor Marinilzo, que me relatou já ter agendado uma reunião com o Secretário Municipal de Educação e também Professor Joriam para o próximo dia 13 de fevereiro. Todos esperamos como sempre algo concreto que venha a beneficiar toda a classe de educadores do nosso município, o atual prefeito sempre foi atuante nas nossas lutas de classe, hoje é ele quem segura a caneta como dizem, vamos aguardar para ver se já na próxima semana teremos uma boa notícia.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

O retrato do Brasil.

Eis ai a foto que melhor representa o Brasil nesse momento. No meio o chefe do bando e ao lado os lacaios e surrupiadores da nossa democracia. Vou fazer uma pergunta bem simples para aqueles que estão ao lado desse ai: Qual era mesmo a pauta de luta dos torcedores da CBF? Que objetivos tinham mesmo os apoiadores do PATO da FIESP.? Hoje o nosso país é refém de uma verdadeira quadrilha que estão roubando não só o dinheiro publico, mas também, o sonho de milhões de filhos e filhas de trabalhadores desse país.


terça-feira, 11 de outubro de 2016

1ª Fase do Programa Criança Feliz....


Bem o Michelzinho não faz parte desse mundo das crianças felizes, então vamos cortar mesmo e o resto que se dane.....

Vamos todos as ruas contra esse retrocesso na área da educação, saúde e políticas sociais.



"Se as novas regras da PEC da desgracença tivessem entrado em vigor há 20 anos (...) o salário mínimo em vigor no País não chegaria à metade do valor de hoje: estaria em apenas R$ 400,00, em vez dos R$ 880,00 estipulados atualmente".
No último ano de governo FHC (2002), o salário mínimo era de R$ 200. Com Lula e Dilma, o aumento real chegou a 72,75%, e foi anual, um antigo sonho dos trabalhadores.



Vendo a atual situação do Brasil lembrei de um axé que fez muito sucesso na década passada. Dizia mais ou menos assim:

Analisando essa cadeia hereditária
quero me livrar dessa situação precária
onde o rico fica cada vez mais rico
e o pobre cada vez mais pobre
e o motivo todo mundo já conhece
é que o de cima sobe e o de baixo desce.

Esse é o verdadeiro resumo dessa PEC 241 Para o presidente golpista e seus aliados quem deve pagar o pato é o trabalhador, O Judiciário brasileiro mesmo sabendo da inconstitucionalidade dessa PEC. se mantém omisso, afinal em tempos de crise 40% reajuste no salário é bem vindo. Os deputados do golpe tentam a todo momento salvar seu pescoço pois só faltou o voto do Cunha, foram 366 pela PEC. é bom lembrar que estão falando em reajustar seus próprios salários e benefícios, tudo isso em tempos de crise....

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

A POLÍTICA E SEUS CONTRADITÓRIOS


Hoje nas ruas de Currais Novos me deparei com a seguinte cena: Um carro de som, mugindo e o barulhos de alguns chocalhos.  Atras desse carro um grupo de pessoas. Então me fiz um questionamento: É isso que o povo, o eleitor simboliza para esse candidato? E os eleitores, aqueles que estão ali. Será que merecem ser tratados dessa forma? Fica a pergunta. Quem poderá me responder?

Vocês que fazem parte dessa massa
Que passa nos projetos do futuro
É duro tanto ter que caminhar
E dar muito mais do que recebe


Resultado de imagem para charge vida de gado

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

GREVE NACIONAL EM DEFESA DOS DIREITOS ADQUIRIDOS E PELA VALORIZAÇÃO DO SERVIÇO PÚBLICO

As medidas adotadas pelo Governo Golpista atenta diretamente contra nossos direitos e contra a qualidade do serviço público em geral. O objetivo dos golpista é sucatear para depois desmanchar, vender, privatizar tudo o que for possível, não podemos deixar quer isso aconteça, temos que lutar. 


quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Consolidado o Golpe, agora os políticos mais honesto do mundo devolveram nosso país aos seus verdadeiros donos.


A imagem a cima não precisa de muitas palavras para descrever o que houve com nossa democracia, um bando de lacaios, oriundos de todas as esferas do poder tomaram conta do nosso país, veremos em menos de meses as conquistas de anos sendo jogada fora, Será a maior derrota da classe trabalhadora desse país, será o maior retrocesso de direitos e avanços sociais já visto na história de um povo.  

terça-feira, 30 de agosto de 2016

PROFESSORES DE CURRAIS NOVOS RECEBEM REAJUSTE DE 3,25% NO MÊS DE AGOSTO.


Como ficou acordado entre a Prefeitura Municipal de Currais Novos e o SINTE/RN Regional de Currais Novos, os professores da rede municipal de ensino tiveram no mês de agosto o acréscimo de 3,25% ao seu vencimento. A partir deste mês os Professores de nível médio receberão o valor integral do Piso Salarial Nacional que é de R$ 1.601,00 e os demais níveis foram contemplados com o acréscimo de 3,25%. Lembrando que para demais níveis, o Piso Salarial Nacional ainda terá um déficit de mais de 18% . Esse será um desafio para o próximo gestor, uma vez que não é só o atraso do Piso, temos também o Plano de Carreira que em relação aos avanços verticais ainda está em atraso, temos professores que deram entrada nos seus diplomas a mais de três anos e ainda não foram contemplados com seus avanços e continuam amargando prejuízos em seus vencimentos.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Reforma da Previdência levará Professores a trabalhar no mínimo 15 anos a mais.



Pelas regras atuais, professores se aposentam cinco anos antes dos demais trabalhadores em geral. Isto ocorre porque os docentes têm direito a aposentadoria especial, para compensar o altíssimo desgaste da profissão.

Proposta do golpista Michel Temer, no entanto, visa acabar com esse direito dos professores e estabelecer a idade mínima de 65 anos para aposentadoria, para homens e mulheres. Projeto neste sentido é para ser apresentado ainda em dezembro deste ano, segundo os principais ministros do governo interino, à frente Eliseu Padilha (Casa Civil) e Henrique Meirelles (Fazenda).

Consequências ruins

Caso tal projeto seja aprovado, os educadores que hoje estão na ativa trabalharão no mínimo 15 anos a mais, sobretudo as professoras, que pelas normas em vigor podem ir para casa aos 50 anos de idade. No caso dos homens, as mudanças podem obrigá-los a ficar em sala de aula até mesmo depois de completarem 70 anos.
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação - CNTE - já se prepara para combater essa medida do governo. Neste sentido, sindicatos de professores em todo o país planejam amplas mobilizações para evitar que os docentes corram o risco de falecer em plena sala de aula. Afinal, a expectativa de vida em nosso país está muito próxima da idade mínima que Temer e seus ministros querem impor para os profissionais do magistério se aposentarem.